quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Agenda

8/12 – Seminário “Exclusão Social e Pobreza”, Organizado pela Junta de Freguesia do Parchal e Rede Social de Lagoa. Info: jfp.geral@mail.telepac.pt ou rede.social@cm-lagoa.pt

8/12 - Iº Encontro "Olhos nos Olhos com a Diferença", Organizado pela APPACDM de Coimbra no Auditório do Museu Monográfico das Ruínas de Conimbriga. Info: gabinete.psicologia@gmail.com; jcgoncalves@gmail.com; helena.pimentel@mail.telepac.pt; dir@appacdm.net4b.pt;

10/12 – Seminário Final do Projecto “Isto Inclui-me: da participação à inclusão”, no Auditório Agostinho da Silva da Universidade Lusófona em Lisboa. Ficha de Inscrição. Info: animar@animar-dl.pt

10/12 – Conferência “Declaração Universal dos Direitos Humanos: a evolução de 1948 a 2007”, Universidade Lusíada de Lisboa, no Auditório 2. Info: cmm@lis.ulusiada.pt

10 e 11/12 – Jornadas de Formação “A Criança e os seus Direitos”, Vila Nova Foz Côa no Auditório do Centro Cultural. Info: fozcoasocial@cm-fozcoa.pt

11/12 – Mesa Redonda “O Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental como Potenciador dos Factores de Protecção”, organizado pelo CAFAP da Associação Integrar, local Livraria Bertrand do Centro Comercial Dolce Vita de Coimbra.

12/12 – Conferência “Solidões”, Organizado pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, Auditório da FPCE.

12 e 13/12 - IV Congresso Nacional de Gerontologia, Organizado pelo Núcleo Norte da Associação Portuguesa de Psicogerontologia, no Coliseu do Porto. Info: claudiamoura@portugalmail.pt ou geral@cmstatus.org.

13 e 14/12 – Conferência Internacional “Segurança Urbana e Toxicodependência’s”, Organizado pela Câmara Municipal de Matosinhos. Info: Divisão de Acção Social e Saude Tel. 22 93 90 900 Fax: 22 93 90 972.

13, 14, 17 e 18/12 - Acção de Formação “Intervenção Social em Contexto de Doença de Alzheimer”, Organizada pela Associação Portuguesa de Familiares e Amigos de Doentes de Alzheimer. Info: alzheimer@netcabo.pt

17 a 22/12 - Curso Avançado de Formação de Formadores em Educação para os Direitos Humanos: Farol – “Iluminar”/Educar para os Direitos Humanos.Organizado pela Humana Global, Coimbra. Info: geral@humanaglobal.org

20/12 - Seminário “Hipoterapia”, Organizado pelo Centro de Educação Especial, Reabilitação e Integração de Alcobaça, no pequeno auditório do Cine-Teatro de Alcobaça Info: ceeria@ceeria.org

Fone: http://insistente-social.blogspot.com/

domingo, 2 de dezembro de 2007

Study in Australia


E que tal estudar na Austrália? Existe uma ampla oferta de cursos de Serviço Social, em todos os níveis de graduação.

www.insistente-social.blogspot.com

Competências das Autarquias Locais

"...Que face aos atrasos registados na concretização qualitativa e quantitativa de propostas, e não estando objectivado qualquer diploma regulamentar nem equacionados, os meios afectos, não é possível operacionlizar quaisquer transferências de competências para os Municípios."

In Boletim Informativo da ANMP

http://www.anmp.pt/anmp/bol2007/bol161.pdf

Seminário




Itinerários pelo Património Associado aos Ranchos Folclóricos da Região de Leiria e Alta Estremadura

No âmbito da Disciplina de Itinerários Turísticos


12 de DezembroAuditório 2 – ESE-IPL

16H30 – 18H30




Organização:

Direcção de Curso de Turismo e Património
CIID – Centro de Investigação Identidades e Diversidades
NEDAT – Núcleo de Estudos das Danças Tradicionais e Populares

Fonte: www.esel.ipleiria.pt

Conferências na ESEL

O CIID – Centro de Estudos Identidades e Diversidades organiza no próximo dia 4 de Dezembro de 2007 duas conferências integradas no ciclo de conferências “Olhares de outros lugares”:
A primeira, das 14 às 16 horas, tem por tema “Vozes da Lusofonia – Portugueses no Oriente” e decorre no auditório 1 da ESE-IPL com a participação de Acácio de Sousa;


A segunda, das 16 às 18 horas, tem por tema “Uma Crítica à Tradição Moderna pelas vias da hermenêutica filosófica”, decorre no auditório 2 da ESEL com a participação de Rogério Schuck da UNIVATES – Centro Universitário do Brasil.
A entrada é livre.

Informações:
CIID - Centro de Investigação Identidade(s) e Diversidade(s)
Instituto Politécnico de Leiria
Campus 5
Rua das Olhalvas
2414-016 Leiria - PORTUGAL
Tel: (+351) 244 845 050 - Ext. 511/512
Fax: (+351) 244 845 059
E-mail: ciid@esel.ipleiria.pt
Site: www.ciid.ipleiria.pt

Fonte: www.esel.ipleiria.pt

sábado, 1 de dezembro de 2007

Agenda

1/12 - Simposium “Raptos e Abusos Sexuais”, Organizado pela Associação Central de Psicologia, no Auditório do Estádio Municipal da Cidade de CoimbraCoimbra. Info: centraldepsicologia@gmail.com


3 a 12/12– Curso de Formação “Desenho de Projectos em Educação para a Saúde”. Local: Escola Secundária Quinta das Flores – Coimbra. Info. APF Centro apfcentro@sapo.pt Conhecer mais Formação 2007 APF


3, 4, 10 e 11/12 - Acção de Formação "Animação Sócio-Cultural com Idosos”, decorrerá no INDEA - Instituto de Investigação, Desenvolvimento e Estudos Avançados do Instituto Politécnico de Leiria. Info. leiria@reapn.org


3 e 4/12 - 1.º Encontro dos Gabinetes de Apoio ao Aluno e à Família 2007/2008. Organizado pelo IAC/ SOS – Criança/ Mediação Escolar, no Auditório Orlando Ribeiro, Telheiras – Lisboa. Info. iacsos@net.sapo.pt


4/12 - Comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência II Encontro “Deficiência no Feminino”, no Salão Nobre da Quinta Valenciana. ficha de inscrição


5/12 - Seminario “Insucesso e Abandono Escolar”, local de realização: Pavilhão Multiusos da Santa Casa da Misericórdia de Mesão Frio.


5/12 – Workshop “Pobreza, exclusão, desemprego e empresas de inserção em Portugal: a perspectiva dos promotores e dos beneficiários”, no Auditório do Centro Associativo Municipal de Leiria. Info. Núcleo Distrital de Leiria da REAPN. Info: leiria@reapn.org


5 a 7/12 - XI Simpósio Internacional e Multidisciplinar “Poder Relações Exclusão Social”, organizado pelo Centro de Psicopedagogia da Universidade de Coimbra, no Auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra. 3 Workshops: 1 – Intervenção com pessoas em situação de sem-abrigo; 2 – Intervenção com estudantes dos programas de cooperação da CPLP; 3 – Intervenção com pessoas com deficiência na transição para a vida activa. Info: cpsicop@fpce.uc.pt


6 e 7/12 - Seminário Internacional do IREFREA - Instituto Europeu para o Estudo dos Factores de Risco em Crianças e Adolescentes “Comportamentos e factores de risco em espaços de diversão nocturna” Coimbra.


7/12 - Workshop "(Des)Igualdade de Oportunidades na Deficiência”, no auditório da Casa Municipal da Juventude em Figueiró dos Vinhos. Ficha de Inscrição. Info. redesocial@mail.telepac.pt

Fonte: http://insistente-social.blogspot.com/

Fotobiografia Afonso Lopes Vieira

"Caros Alunos da ESEL:

Na próxima 3ª feira, dia 4 de Dezembro, pelas 18h30m, será apresentada a minha obra FOTOBIOGRAFIA DE AFONSO LOPES VIEIRA (1878-1946), numa edição da Imagens& Letras.
A apresentação será feita pela Dr.ª Joana Varela, no aud. 2 da nossa escola.Como devem imaginar, a vossa presença honrar-me-ia bastante.

Aqui fica, pois, o convite, com o meu agradecimento,

Cristina Nobre."

Fonte: www.ipleiria.pt

sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Serviço Social no Séc. XXI


Áreas importantes para um Serviço Social Século XXI:


- Transdisciplinaridade
- Mediação
- Gestão Associada/partilhada do Social
- Consultadoria e Advocacia Social


domingo, 25 de novembro de 2007

Agenda

26/11 1/12 - SEMANA DE LUTA CONTRA A SIDA – Coimbra. APF - Associação para o Planeamento da Família, Coimbra. Info: apfcentro@sapo.pt - http://www.apf.pt/

26 e 27/11- Jornadas Ibero-americanas de Tecnologias de Apoio a Pessoas com Deficiência e Mini-Fórum Iberoeka. Organizado pela Agência de Inovação. Info: Instituto Superior Técnico CAPS/Complexo I E-mail: luis.f.azevedo@ist.utl.pt

27/11- Encontro Nacional do Desenvolvimento Local “Afirmar o Terceiro Sector - Promover a Inovação”. Inscrição é gratuita. Mais Info: Animar - Associação Portuguesa de Desenvolvimento Local. animar@animar-dl.pt

27/11 - Workshop “O trabalho social com idosos no distrito de Vila Real: discussões e aprendizagens. Núcleo Distrital da REAPN Vila Real. Info: vilareal@reapn.org

27 e 28/11 - IV Conferência Europeia dedicada às Doenças Raras. Marriott Hotel, Lisboa. Info. Associação Portuguesa dos Hemofílicos. Info: rita.dagnino@aphemofilicos.org.pt website: http://www.rare-diseases.eu/

2/11 – Acção de Formação “A Qualidade nas Organizações Sem Fins Lucrativos de Acção Social”, Org: Núcleo Distrital de Bragança da REAPN. Info. braganca@reapn.org

28/11 – Acção de Formação “ Implementação de Sistemas de Gestão da Qualidade das Respostas Sociais”, Org: Núcleo Distrital de Portalegre da REAPN. Info: portalegre@reapn.org

28/11 – Acção de Formação ”Metodologia de Construção de Indicadores de Avaliação de Projectos”. Organização: Núcleo Distrital de Faro da REAPN. Ficha de Inscrição.

28/11 – 3.º Encontro "Confluências – De Pais para Filhos – que competências?", pelas 14h00, no Cine-teatro de Constância. Info. cpcj.constancia@gmail.com

28/11 - I Seminário: “As Crianças e Jovens de Hoje, Desenhar Caminhos num Mundo de Labririntos” Hotel Praia, Nazaré. Info: cercina.usp@gmail.com

28/11 - Mesa Redonda “Ser Voluntário: Um Compromisso com o Humano”, auditório da FPCE da UC. Entrada Livre.

28 a 2/12 - No âmbito da iniciativa "Escolhas de Portas Abertas (EPA)", promovida pelo Programa Escolhas e a dinamizar por todos os projectos localmente

29/11 - Workshop “Sustentabilidade no 3.º Sector”, a realizar no âmbito do Projecto Equal ADAPT - Apoio Domiciliário na Amadora em Parceria, no auditório dos Paços do Concelho da Câmara Municipal da Amadora. Mais informações sobre o wordkshop.

29/11- Mini-fórum “Freguesias de Anadia e participação social”, Org.: Núcleo Distrital de Aveiro da REAPN, Redo Social de Anadia, APPACDM Anadia e Centro Social Maria Auxiliadora de Mogofores. Ficha de Inscrição. redesocial.cmanadia@sapo.pt ou aveiro@reapn.org.

29/11 – Workshop “Promoção do emprego de pessoas em situação de desvantagem no mercado de trabalho”, Org.: Núcleo Distrital de Braga da REAPN. Local: Caixa de Crédito Agrícola – Amares. braga@reapn.org.

29/11 a 2/12 - Workshop de Supervisão de Supervisores e Supervisão de Trabalho Social e Comunitário. Org: Sociedade Portuguesa de Psicodrama e o Instituto Superior de Serviço Social do Porto. Responsáveis: Gabriela Moita / José Luís Mesquita Info: gabriela.moita@mail.telepac.pt e joseluismesquita@gmail.com

30/11- Encontro Regional "Olhares sobre a Deficiência: concertar actuações, despertar consciências", no auditório do Instituto Português da Juventude de Castelo Branco. Encontro organizado pelo Núcleo Regional do Centro, constituido pelos Núcleos Distritais da REAPN de Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Santarém e Viseu. Info. castelobranco@reapn.org

30/11 - Seminário “Violência Doméstica - Que Direitos? Que desafios?”, Auditório da Casa Ozanam, Santa Maria da Feira, Info. direitoedesafios@gmail.com

30/11 - Encontro "Participação e deficiência: boas práticas para a inclusão". Biblioteca Municipal de Odemira José Saramago. Esta iniciativa, no âmbito da actividade da Rede para a Deficiência do Distrito de Beja, vai integrar as comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Info. geral@cm-odemira.pt

Fonte: http://insistente-social.blogspot.com/

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Dia Mundial do Assistente Social

O Comité Executivo da FIAS Global marcou como data do próximo Dia Mundial do Assistente Social

Terça-Feira dia 15 de Abril de 2008com o tema:

“ASSISTENTES SOCIAIS- UM COMPROMISSO COM UM MUNDO DIFERENTE”

É feito o convite às organizações, membros da Federação, para fazerem a sua interpretação do tema.
A APSS dará mais notícias sobre esta matéria, ficando o compromisso de se assinalar a data num contexto nacional.

http://www.grinapss.blogspot.com/

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

As Avaliações estão aí..... Queres ajuda?

Como já deram conta as avaliações estão à porta. Os trabalhos, relatórios, provas escritas e projectos começam a sobrepor-se.
Nestas alturas, surge sempre alguma ansiedade e preocupação, pelo que toda a ajuda é pouca!

Assim sendo, o SAPE – Serviço de Apoio ao Estudante - pensou em mais uma iniciativa centrada nas vossas necessidades.

Sabemos que um bom desempenho académico passa também por:

Þ Gestão do Tempo
Þ Gestão da Ansiedade/Emoções
Þ Técnicas de Memorização
Þ Técnicas de Organização da Informação

É o que nos propomos desenvolver nas poucas horas disponíveis do vosso tempo.

A Formação em Métodos de Estudo terá a duração de 9 horas, de acordo com o seguinte calendário:

- 6 de Dezembro - 17h/20h - sala 1.40 (bloco B)
- 11 de Dezembro - 17h/20h - sala 0.1 (Sala do Conseho Científico)
- 13 de Dezembro - 17h/20h - sala 1.40 (bloco B)

Caso estejam interessados, inscrevam-se até ao próximo dia 26 de Novembro, remetendo a ficha em anexo, devidamente preenchida,
para sape.ese@ipleiria.pt. A formação dá direito ao respectivo certificado de participação.

Contamos com a vossa adesão e participação. Para mais informações - www.sape.ipleiria.pt.

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

VII Congresso Luso-Brasileiro _ Cultura Escolar, Migrações e Cidadania



Do Norte de Portugal e do Porto, em particular, partiram a maior parte dos emigrantes portugueses que nos séculos XVIII e XIX se fixaram o Brasil, estreitaram relações comerciais e criaram contactos vivos entre os dois lados do Atlântico. Para o Porto e Norte Litoral regressaram alguns dos que enriqueceram no Brasil e quiseram usufruir o repouso da velhice na terra natal. A esses “brasileiros” se deve um certo ressurgimento agrícola, comercial, financeiro e educativo, que animou o Porto e se encontra ainda visível na paisagem, citadina ou rural. Verdadeiros portadores de culturas, estes migrantes transportaram, para além da língua, ideias, esperanças, hábitos e concepções educativas, que enriqueceram com hibridações em ambos os países. Experimentaram nas suas vidas a importância da cultura escrita, quer pela necessidade de escrever uma simples carta de saudade, quer para a vida comercial a que muitos se dedicaram. Por isso, consagrar as migrações no VII Congresso Luso-Brasileiro, que se realiza no Porto, é também uma forma de prestar homenagem a esses obreiros anónimos da nossa História comum. É ainda reflectir sobre um tema muito presente na actualidade, em que o volume das migrações, internas ou entre países, aparece aos olhos de muitos com um factor de desequilíbrio ou mesmo de ameaça às sociedades mais desenvolvidas. Ao mesmo tempo as migrações interrogam o direito de cidadania e o papel da educação no processo de inclusão dos migrantes e de minorias étnicas ou sociais. Educação, migrações e cidadania parece assim sintetizar a cor local com o nosso desejo de estreitar laços de cooperação, cada vez mais profundos, ao nível da compreensão das nossas heranças educativas. Os eixos temáticos propostos, de âmbito necessariamente abrangente, procuram dar conta deste contacto de tradições culturais, interrogando-as a partir do campo educativo e sob diversos ângulos.

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Ciclo de Conferências

“Gestão de Conflitos e Mediação Laboral”
11H00 – Auditório 1
Escola Superior de Educação – IPL


16 de Novembro - "A Mediação enquanto forma extrajudicial de resolução de litígios"
30 de Novembro - " A mediação laboral"
07 de Dezembro - "Outras formas de resolução extrajudicial de litígios"


Oradores: Prof. Juan Carlos Vezzulla, Dra. Célia Nobrega Reis, Dr. Pedro Morais Martins.


Célia Nóbrega Reis
Mediadora de Conflitos Docente Universitária Advogada - Antiga Directora da Associação de Mediadores de Conflitos


Pedro Morais Martins
Mediador de Conflitos Professor Universitário Jurista - Consultor externo na área dos recursos humanos - Ex Presidente da Associação de Mediadores de Conflitos

Juan Carlos Vezzulla
Mediador de Conflitos Ex Secretário-Geral do Fórum Mundial de Mediação - Coordenador do Conselho Assessor do Forum Mundial de Mediação e do Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem (CONIMA) Presidente do Conselho Científico do Instituto de Mediação e Arbitragem do Brasil (IMAB) Ex Coordenador Científico da Associação de Mediadores de Conflitos (AMC) Formador em Meios de Resolução de Conflitos Formador designado pelo Ministério da Justiça de Portugal para ministrar cursos aos Mediadores Familiares e aos Mediadores dos Julgados de Paz Formador de mediadores na Argentina, Brasil, Paraguai, Portugal, México e Angola - Coordenador Científico do IMAP (Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal).

ENTRADA LIVRE

Informações:
Prof.ª Susana Sardinha Monteiro
smonteiro@esel.ipleiria.pt

domingo, 11 de novembro de 2007

Agenda

15 e 16/11 - XVII Congresso da PROSALIS «Estilos de vida e comportamentos aditivos - Família/ Promoção da Igualdade de Oportunidades. Aspectos demográficos, da protecção social, da saúde, do emprego, da formação e da educação». Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento, Lisboa.

16/11 - I Jornada "O Idoso na Sociedade". Teatro Cine de Pombal. Objectivo: Reflectir sobre as respostas sociais existentes no apoio ao idoso e sobre a sua adaptação às necessidades, expectativas e interesses dos indivíduos. Info: csocialspedro@sapo.pt.

18 a 21/11 - XI Conferência Regional Europeia da ISPCAN sobre Abuso e Negligência de Crianças. Lisboa. Org.: Sociedade Internacional para a Prevenção do Abuso e Negligência de Crianças (ISPCAN) e pela Associação de Mulheres Contra a Violência (AMCV).

19 e 20/11 - Conferência "Famílias, Estilos de Vida e Drogas - Envolver as Famílias na Prevenção. Porto. Org.: Grupo Pompidou (Conselho da Europa) e Instituto da Droga e Toxicodependência. Info: sofia.santos@idt.min-saude.pt

20/11 - Colóquio "Novos Padrões de Consumo". Auditório do Instituto Politécnico de Leiria.

22 e 29/11 - Acção de Formação, de 12 horas, intitulada “Concepção e Planeamento de Projectos Sociais”. Org.: REAPN Núcleo Distrital de Beja

6 e 7/12 - Seminário Internacional do IREFREA - Instituto Europeu para o Estudo dos Factores de Risco em Crianças e Adolescentes “Comportamentos e factores de risco em espaços de diversão nocturna” Coimbra.

Fonte: http://insistente-social.blogspot.com/

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Agenda

6 e 14/11 – Acção de Formação “Gestão de Serviços de Apoio Domiciliário.


7/11 a 20/12 – Formação “Gestão de Recursos Humanos aplicada às ONG’s”.


8/11 - Colóquio " Na corda bamba…o limbo da infância" que inclui 3 workshops no âmbito das terapias expressivas (dançoterapia, ludoterapia e arte terapia). Org.: Núcleo de Tavira da Cruz Vermelha Portuguesa. Hotel Vila Galé Albacora em Tavira.


8 e 9/11 - VII Jornadas da Saúde e das Toxicodependências “Motivações (IN)PERCEPTÍVEIS”. Auditório 2 da Escola Superior de Educação de Leiria


9/11 - V encontro Nacional de Directores Técnicos das Instituições Sociais. Auditório Centro Cultural de Samora Correia. Info: http://www.anadtis.pt/


14/11 - A qualificação das Organizações sem Fins Lucrativos de Acção Social


15/11 - Gestão da Qualidade nas IPSS


16/11 - Dia Internacional da Tolerância, no Auditório da Câmara Municipal de Mangualde (org.: Gabinete de Acção Social).


30/11 - Simpósio subordinado ao tema "IMPLEMENTAÇÃO DA REDE DE CUIDADOS CONTINUADOS INTEGRADOS: BALANÇO E PERSPECTIVAS". Campús Universitário de Gandra – Paredes


6 e 7/12 - SEMINÁRIO INTERNACIONAL “O ESTUDO DA CULTURA RECREATIVA COMO FACTOR DE PREVENÇÃO”. Info: www.irefreaseminario.blogspot.com

Fonte: http://insistente-social.blogspot.com/

sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Legislação e Orientações

  • QREN 2007-2013

  • Definição dos termos e condições em que a segurança social comparticipa os utentes pelos encargos decorrentes da prestação de cuidados na RNCCI

  • Objectivos, prioridades e orientações de política criminal para o biénio de 2007-2009

  • Programa Porta 65 - Arrendamento por Jovens, instrumento de apoio financeiro ao arrendamento por jovens

  • Direito ao abono de família pré-natal e procede à majoração do abono de família a crianças e jovens nas famílias com dois ou mais filhos durante o 2.º e o 3.º anos de vida dos titulares

  • Alteração do regime de acesso ao direito e aos tribunais

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Dia Mundial para a Erradicação da Pobreza.



Muitas acções decorrerão neste dia ao longo do mundo inteiro com o intuito de mobilizar a opinião pública na luta contra a pobreza.


Em 2006, 23 milhões de pessoas em todo o mundo levantaram-se contra a pobreza sob a iniciativa “Levanta-te”.

A organização do evento em Portugal foi feita pela Campanha Pobreza Zero, que conseguiu que 19.949 portugueses, literal e simbolicamente, se levantassem contra a pobreza. Este ano a acção contra a pobreza e contra a desigualdade vai ser novamente convocada à escala global, e espera-se conseguir superar o recorde do Guiness estabelecido no ano passado. Por isso, a Pobreza Zero e a Objectivo 2015 (promotoras) convidam: dinamize uma acção "Levanta-te" entre as 21h00 do dia 16 e as 21h00 do dia 17 de Outubro.


Veja mais informações e faça o seu pré-registo em: http://www.pobrezazero.org/levantate

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

O SAPE preparou mais uma iniciativa a pensar nas tuas necessidades!
Dia 22 de Outubro, inicia, na tua Escola, a Formação de Competências de Comunicação e Relação. Com o objectivo de desenvolver e aperfeiçoar as tuas competências pessoais, inteligência emocional e comunicação interpessoal.



Para mais Informações consulte http://www.sape.ipleiria.pt/

domingo, 14 de outubro de 2007

Recreative Safe Vibe

A CERCINA, Cooperativa de Ensino e Reabilitação de Crianças Inadaptadas da Nazaré, vai iniciar um novo projecto no âmbito do Programa de Intervenção Focalizada (PIF) do IDT.
O projecto dá pelo nome de Recreative Safe Vibe (RSV) e trata-se de um estudo no terreno sobre os novos consumos de drogas sintéticas em espaços recreativos.
O que a equipa do RSV pretende é ter uma equipa de voluntários a colaborar na actividade.
A ideia é simples: sextas e sábados à noite as equipas saem para o terreno (discotecas e bares de Leiria, Nazaré, Marinha Grande...) para distribuírem material de prevenção e informação aos frequentadores dos espaços.

Esta tarefa é feita no início da noite/abertura dos espaços ficando os voluntários com o resto da noite livre para aproveitarem.Cada voluntário recebe 15€ por noite.

Com a constituição de equipas, os voluntários não têm que estar disponíveis todas as sextas e sábados para trabalhar.
Contacto: cercina.pif[at]gmail.com

E tempo pra Tum'A?

Enquanto a música durar,
enquanto os amigos durarem,
enquanto o vinho durar...
"o espírito vive em nós".


Por muito ou muito pouco tempo que tenhamos para dar, todo o tempo que damos àquilo que gostamos nunca é desperdiçado.


Junta-te à Tum'Acanénica e tira o máximo da tua vida académica.Ensaios de acolhimento aos caloiros - segundas às 21h30, no Magistério Primário (edifício da GNR)


Visita o site da Tum'A em http://tumacanenica.blogspot.com/ ou contacta-nos pelo mail/googletalk tumacanenica@gmail.com

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Agenda

8 e 9/10 - Reunião Interactiva e Conferencia Internacional “Envelhecer: Pensar Pragmático, Agir Positivo”. Porto.


18 e 19/10 - II Congresso de Família, Saúde e Doença. Universidade do Minho, em Braga. Info: congressofsd@gmail.com.


17 e 18/10 – Cuidar com afecto, educar com firmeza – infância e juventude - Auditório da AICCOIPN no Porto. CrescerSer.


24 e 25/10 - 1as. EPI - Jornadas de âmbito nacional sobre Epilepsia. Coimbra. Info: EPI-APFAPE - Epicentro Coimbra.


25 e 26/10 - Seminário “Olhares sobre a Infância e Juventude”. Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Olhão, Auditório do Parque Natural da Ria Formosa, Olhão.


26, 27 e 28/10 - III Congresso Ibero–Americano e Africano: Educação de Adultos e Desenvolvimento Comunitário. Centro Cultural António Aleixo. Vila Real de Santo António.


29 e 30/10 - Acção de Formação para Técnicos e Funcionários de IPSS/ Misericórdias “Novas Problemáticas de Saúde em IPSS’s”; Workshop “Cancro e Cuidados Paliativos e Continuados”. Ferreira do Alentejo. Info: esdime@esdime.pt
Curso de Formação Inicial de Mediadores em Contexto Penal
8º Congresso Virtual HIV/SIDA, "Novas perspectivas sobre a infecção VIH/SIDA e doenças relacionadas".

Fonte: http://insistente-social.blogspot.com/

domingo, 23 de setembro de 2007

Regresso as aulas

Enfim chegou aquela altura que todas nós, ou quase todas, ansiamos o Verão todo... o regresso a Leiria :)

Segunda-feira, dia 24 de Setembro os 1.º anos têm reunião com o coordenador de curso, Pedro Silva, na sala 1.7 pelas 10h.

Para os 2.º, 3.º, 3.º com mais 15 créditos e 4º anos têm a reunião as 11h na sala 1.7 com o Prof. Pedro Silva.

Esperamos ter todas as respostas às duvidas ainda existentes.

Colegas Bom Regresso as aulas, caloiros... portem-se bem caso contrário.. :P

Divirtam-se no ano lectivo 2007/08

terça-feira, 11 de setembro de 2007

Para Ler...







Um livro de referência na àrea das Políticas Sociais e da Assistência Social da Profª. Fernanda Rodrigues.














Este livro foi publicado pela AIDSS em 2004, sendo também mais uma saída e portanto um elemento positivo para a àrea de serviço Social












Um Livro de Manuel Menezes, editado pela quarteto, uma dos valores mais seguros do Serviço Social, de leitura recomendada.









Fonte: http://insistente-social.blogspot.com/

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Propinas | ESEL

É com muito pena minha que volto a comunicar-vos uma outra informação, um tanto ou quanto estranha, dos serviços académicos da ESEL.

Pois bem, caras colegas, devo informar-vos que se quiserem inscrever no 1º ano do 2º ciclo do curso pelo qual trabalharam anos para ter média de acesso e, mais recentemente, para chegarem ao 3º ano (bacharelato) com distinção têm que, no acto de matrícula, pagar na TOTALIDADE AS PROPRINAS, isto é, 872,10€.
Revolto-me com a ideia de que somos diferentes dos restantes alunos do IPL. O que fizemos nós de mal?? Estarmos na encruzilhada entre o modelo antigo e o processo de Bolonha?
Não entendo os órgãos superiores do IPL. Realmente é inacreditável que um Instituto tão conceituado como se diz ser o INSTITUTO POLITÉCNICO DE LEIRIA esteja a pôr em causa o futuro dos seus alunos. Como? Parece obvio que nem todos os estudantes nesta situação terão oportunidade de pagar na integra o valor actual das propinas fixados pelo IPL.
Vejo quase nula a possibilidade dos Serviços de Acção Social do IPL cobrirem as bolsas de estudo dos alunos bolseiros na íntegra. Se assim é, porque razão nós temos que pagar na totalidade as propinas? E os estudantes que não são bolseiros?
É de comum consenso entre alguns estudantes com quem tenho mantido contacto que parece que nos querem impedir de frequentarmos o 4º ano dos nossos cursos... porquê?
Mas pior que nós estão os cursos de RHCO, ES, CSEM e Turismo que nem sequer tiveram a oportunidade de escolha entre continuar no modelo antigo ou integrar o Processo de Bolonha. Não me parece justo esta diferenciação entre os restantes cursos, nós não somos nem mais nem menos que os nossos colegas. Todos merecem a oportunidade de escolha, afinal estamos num país democrático.

terça-feira, 28 de agosto de 2007

ESEL e os seus atrasos...

Caras colegas,
Tempos estranhos se advinham (lol).
Espero que estejam a ter uma férias dignas de pessoas bestiais que somos :P

Agora um caso mais sério, foi-me comunicado por várias colegas da turma que temos que enviar um requerimento aos Serviços Académicos da ESEL com a nossa pretenção, ou não, de frequentar o 4º ano. Caso contrário não haveram alunos suficientes para a abertura deste mesmo ano no nosso curso, e transitaremos todas para o Processo de Bolonha.
Espero, por isso, que todas vós mandei o mail para o academicos@esel.ipleiria.pt.

Outra situação relevante que me tem preocupado é o atrasado constante do início das matrículas.... será necessário lembrar que no plano de actividades as matrículas começaram já em Julho, incrível!!!!
Como iremos nós nos matricular correctamente se, pelos vistos, nem sabemos sequer se irá haver uma turma de 4ºano????? Quase que acho que estão a pregar-nos uma grande partida ou estão a estimular a nossa capacidade criativa e imaginativa para fazermos uma GREVE!!!! e chamar atenção dos media se necessário... O nosso futuro está em causa!
Só tenho a concluir que a organização dos Serviços responsavéis pela adequação do Processo de Bolonha e das matriculas escolheram uma má gestão este ano lectivo, que poderá pôr em causa o futuro académico e profissional de mais de 30 alunos deste curso. E já nem estou a contar com os restantes cursos - RHCO (ex-RHCT), CSEM, ES (ex-ESDC) e Turismo.

Temos que nos unir, mais que nunca!!!!

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Estágios Profissionais na Alemanha

A Associação Juvenil de Estudos e Comunicação (AJEC) está a seleccionar jovens recém-licenciados ou licenciados em diversas áreas, entre as quais Serviço Social, para realizarem estágios profissionais na Alemanha, no âmbito do projecto “Mais Além 2006-2008”, com a duração de 24 semanas (6 meses), para o período de Novembro de 2007 a Abril de 2008. O projecto comunitário “Mais Além 2006-2008” é promovido pela AJEC, em parceria com a Stuttgarter Jugendhaus e.V (SJEV), entidade de acolhimento, e é desenvolvido no âmbito da Medida Mobilidade, do Programa Leonardo da Vinci, da responsabilidade da Agência Nacional dos Programas Comunitários Sócrates e Leonardo da Vinci.Os interessados deverão apresentar a candidatura até ao dia 9 de Setembro, para ajec1999@hotmail.com

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Acção de Formação "Organização e Gestão da Qualidade nas Respostas Sociais"

O Núcleo Distrital de Leiria da Rede Europeia Anti Pobreza / Portugal (REAPN), vai realizar uma Acção de Formação, subordinada à temática da “Organização e Gestão da Qualidade nas Respostas Sociais”, com a duração de 24 horas, a realizar nos dias 10, 11, 19 e 20 de Setembro de 2007, na Delegação Regional de Leiria do IPJ.

Esta acção de formação tem como finalidade contribuir para a melhoria das competências dos técnicos superiores e/ou dirigentes de entidades de solidariedade social nos domínios da organização e gestão da qualidade nas respostas sociais.

O programa e a ficha de inscrição podem ser consultados no nosso site em http://www.reapn.org/, ou contactando:

Patrícia Grilo

Núcleo Distrital de Leiria da REAPN

Rua Capitão Mouzinho de Albuquerque, 107, 1.ª Dto2400-194 Leiria

Tel: 244 837 228

Fax: 244 837 229

E-Mail: leiria@reapn.org

Fonte: http://www.reapn.org/

quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Desafio

FOTOGRAFEM e participem no CONCURSO DE FOTOGRAFIA promovido pelos sites Serviço Social Português, GRINAPSS e Insistente Social. O Concurso de Fotografia sobre Serviço Social & Direitos Humanos: “As condições sociais dos imigrantes em Portugal” tem como objectivo sensibilizar, pela Arte, os estudantes e profissionais de Serviço Social sobre problemas prementes na nossa sociedade.

Vejam o Regulamento e os Prémios AQUI.

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

JAZZ "No Mar Alto"

JAZZ "No Mar Alto"
NAZARÉ
De 1 a 12 de Agosto 2007


1ª Semana - 1Quarta
MIGUEL MARTINS “KALENDOSCÓPIO” Miguel Martins - GuitarCarlos Barretto - DoublebassJosé Salgueiro - Drums


2Quinta
“QUARTETO DE MIGUEL FEVEREIRO” João Cabrita - Tenor SaxophoneMiguel Fevereiro - Guitar Tó Olivença - Electric Bass / José Vilão - Drums

3Sexta
“CHAZZ DOS QUATRO” Ivan Silvestre - Alto SaxophoneAlexandre Dahamen - PianoPedro Pinto - Doublebass / Joel Silva - Drums

4Sábado
“JOANA RIOS TRIO” Joana Rios - VocalVasco Agostinho - GuitarHugo Antunes - Doublebass


5Domingo
“MENINOS DA NAZA” Pedro Morais - Alto Saxophone / Marcio Silvério - GuitarManuel Coelho - Tenor Saxophone / Ricardo Caldeira - Piano Tiago Lopes - Electric Bass / Vitor Copa - Drums

2ª Semana - 8Quarta
“SANDRA RUSSO TRIO” Sandra Russo - Vocal, Flute & Alto saxophoneEdson Silva - KeybordsLouie Russo - Drums


9Quinta
“RED BOTTON” Ricardo Barriga - GuitarGonçalo Prazeres - Alto SaxophoneGonçalo Almeida - Doublebass / Rui Pereira - Drums


10Sexta
1st Set “BASSAB” Eddy Slap - Electric Bass / Luís Candeias - Drums

2nd Set “2BASSES”Sérgio Carolino - Tuba / Eddy Slap - Electric Bass

11Sábado
“NAZAJAZZ COMBO” Mónica Duarte - Vocal / João Capinha - Alto SaxophoneAndré Murraças - Tenor Saxophone / Gonçalo Justino - Guitar Tiago Lopes - Electric Bass / Bruno Monteiro - Drums

12Domingo
“JÚLIO RESENDE QUARTETO” Júlio Resende - PianoJosé Pedro Coelho - Tenor Saxophone João Custódio - Doublebass / João Rijo - Drums


Largo Afonso Zuquete
Aberto das 22.30 às 2 H
Summer Jazz Club

sábado, 28 de julho de 2007

A rebeldia de uma mulher islâmica

Autobiografia da somali Ayaan Hirsi Ali


Ayaan Hirsi Ali nasceu em Mogadíscio, Somália, em 1969 e cresceu sob o jugo de um islamismo medieval que purifica as raparigas «amputando-lhes o clítoris e retalhando-lhes ou nivelando-lhes os lábios do sexo e toda a zona cozida deixando-se apenas um pequeno orifício para a urina sair», e que lapida mulheres.Já adulta, a sua bússola da liberdade indicou-lhe a fuga para ocidente. Na Holanda, formou-se em Ciências Políticas, foi deputada da Câmara Baixa do Parlamento holandês pelo Partido Liberal, e fez da denúncia uma missão. Escreveu o argumento para o filme Submission do realizador holandês Theo van Gogh, assassinado em 2004 por um muçulmano radical. Com a cabeça a prémio, mas insubmissa, vive actualmente nos Estados Unidos sob vigilância de dois guarda-costas, e desloca-se em carros blindados. Surge agora em Portugal, contada na primeira pessoa, a vida desta mulher que ecoa gritos de muitas outras: Uma Mulher Rebelde – no original Infidel – é a autobiografia de Ayaan Hirsi Ali, um retrato vivencial da condição feminina nos países liderados pelo ditame masculino accionado com o fanatismo islâmico. Um retrato corajoso, com crítica social, política e religiosa, em 353 páginas inquietantes.Considerada pela Time uma das mulheres mais influentes do mundo, Hirsi Ali regista neste livro um depoimento, obviamente subjectivo, feito com recurso a memórias, sobre a realidade que foi a sua desde a infância até à actualidade. A educação das crianças, a vivência familiar, a escola corânica, as atrocidades do Islamismo, as consequências para quem ousa tentar o destino que não o traçado no livro sagrado. Porque o texto fala por si, transcrevemos, com supressões da nossa responsabilidade, extractos sobre a mutilação genital e a condição da mulher naquela sociedade, afinal nossa contemporânea...


Relato de uma mutilação genital:«Era a minha vez. A avó aproximou-se de mim e disse: “Vão tirar-vos esse kintir comprido, e então, tu e a tua irmã, ficareis puras.” A julgar pelas palavras e gestos da minha avó, esse vergonhoso kintir entre as minhas pernas, o meu clítoris, cresceria tanto que me balançaria nas pernas a cada passo que desse. Pegou em mim e, com uma mão firme, colocou-me na mesma posição que Mahad. Duas mulheres abriram-me as pernas. O homem, provavelmente um circuncisor itinerante do clã dos ferreiros, pegou numa tesoura. Com a outra mão, pôs-se a apalpar e a puxar o que eu tinha entre as pernas, como a minha avó quando ordenhava uma cabra. “Cá está ele, o kintir, cá está”, disse uma mulher. Vi então as laminas a baixarem entre as minhas pernas e o homem cortou-me os pequenos lábios e o clítoris. Ouvi um som, como o do galope do talhante quando retira a gordura da carne. Senti uma dor fulgurante, indescritível, e desatei a gritar. Tinham ainda de me coser: lembro-me da agulha comprida e embotada com que o homem furava os meus lábios ensanguentados, dos meus gritos de angústia e dor (…). Adormeci e só acordei ao cair da noite. Tinham-me atado as pernas para impedir que eu me mexesse e para facilitar a cicatrização. Sentia a bexiga a pontos de rebentar, mas já tentara urinar e a dor era insuportável. Coberta de sangue e suor, sacudida por calafrios, o meu sofrimento não acabava. (…) a minha convalescença durou cerca de duas semanas. (…) o homem voltou para tirar os pontos. Mais uma vez, magoou-me muito. Começava por soltar os fios com uma pinça de depilação, depois arrancava-os com puxões secos. (…) Depois disto fiquei mesmo com uma grande cicatriz entre as coxas, que me doía se me mexesse muito, mas, pelo menos, não voltaram a atar-me as pernas e não tinha de ficar deitada todo o dia sem me mexer.».Os mandamentos da mulher baarri:«uma mulher baarri é uma espécie de escrava devota. Honra a família do marido e alimenta-a sem discutir ou fazer perguntas. Nunca se queixa, nunca exige seja o que for. É forte no trabalho, mas a sua cabeça aceita tudo. Se o marido for cruel, se a violar e zombar dela, se arranjar outra esposa, se lhe bater, ela desvia os olhos e esconde as lágrimas. E trabalha no duro. Não tem o direito de errar. É uma besta de carga bem domesticada, dedicada, acolhedora e dócil. (…)Se a mulher é somali, deve convencer-se a si mesma de que Deus é justo e omnisciente e que Ele a recompensará no outro mundo. Enquanto tal não acontece, os que conhecem a paciência e a resistência da mulher atribuirão este mérito aos pais dela e à excelente educação que lhe deram. Os seus irmãos ficar-lhe-ão agradecidos por ela preservar a honra deles. Gabar-se-ão junto de outras famílias da submissão heróica da mulher. E, se ela tiver sorte, a família do marido apreciará essa obediência. Pode até acontecer que, um dia, o marido a trate como um ser humano.».


Uma Mulher Rebelde, autobiografia de Ayaan Hirsi Ali; Editorial Presença, Lisboa, Junho 2007

quinta-feira, 19 de julho de 2007

Novo Director de Curso

Foi com alguma pena e desilusão que li o e-mail que o Professor Ricardo Vieira, e até então Coordenador de Curso de Serviço Social, nos enviou...

Segundo este foi nomeado como novo director do curso de Serviço Social (que agora se passa a designar de coordenador de curso, com funções acrescidas) o Prof. Doutor Pedro Silva.


O ex-coordenador refere, ainda, que dedicou cerca de 6 anos a esta grande causa que foi a implementação com carinho e a afirmação do curso de Serviço Social na ESE- IPleiria. Pode contar com a ajuda de muitos, entre os quais nós estudantes.

Contudo, "qualquer questão que se prenda com a coordenação do curso deve ser tratada com o professor Pedro Silva. Claro que, essencialmente nesta época de transição de direcção, podem contar, quer ele quer vocês, com a ajuda que eu possa e saiba dar."

Será o Professor Pedro Silva capaz de continuar esta luta pela afirmação do Serviço Social na comunidade estudantil da ESEL - IPL e no paronama educacional do Sistema de Ensino Superior??

domingo, 15 de julho de 2007

Mais de um milhão de pessoas vendidas como escravas


Luanda, 12/07 - O primeiro vice-presidente da Assembleia Nacional, João Lourenço, revelou hoje, em Luanda, que entre um a dois milhões de pessoas, particularmente crianças e mulheres, são vendidas anualmente como escravos no mundo, para a prática da prostituição e trabalhos forçados.
Com base nos dados das Nações Unidas, informou estarem a viver em condições de escravos prostitutas forçadas e crianças sujeitas a trabalhos cerca de 15 milhões de pessoas. Na sua óptica, os países de África, Ásia, América Latina e Europa do Leste são os que se situam nas chamadas zonas de origem, onde as "redes criminosas" recrutam ou raptam as vítimas e encaminham, na sua maioria, para países industrializados da Europa, América do Norte e para as monarquias do Médio Oriente.
Perante o quadro, apelou aos participantes para a necessidade de nos seus respectivos países encararem o problema como uma séria ameaça à segurança e estabilidade dos estados e um atentado aos mais elementares direito dos cidadãos. "Estamos perante o crime organizado que trafica seres humanos como se de mercadoria se tratasse, que retira das nossas filhas e filhos o direito à liberdade, educação e ensino, à livre escolha de viver no seu país ou noutro, a opção de uma profissão, enfim o direito à vida plena em sociedade", frisou. Assim, disse, os estados devem actuar de forma coordenada, começando por tipificar o tráfico de seres humanos como um dos mais hediondos crimes, punível e condenável por Lei e, posteriormente, se organizar uma base de dados para a partilha entre os países do continente, e não só, com a Interpool e as instituições internacionais competentes na matéria. "A nível interno dos nossos países devemos mobilizar e atrair para esta luta toda a sociedade, as polícias, os órgãos de justiça, igrejas, ong, universidades, a comunicação social e todos aqueles interessados em contribuir para se pôr fim à maior vergonha do século", salientou.
Na sua intervenção, apelou ainda para a necessidade de o encontro abordar a problemática da violência no lar, onde, coincidentemente, na maioria dos casos, a principal vítima é também a mulher e a criança. Referiu que a violência doméstica não se resume apenas na violência física, mas também moral e psicológica, na mutilação genital feminina, na negação do direito da mulher permanecer no lar em companhia de seus filhos em caso de morte do cônjuge. Na sua óptica, a sociedade que não for capaz de reduzir ou acabar com a violência doméstica estará menos preparada, motivada e capaz de contribuir para o esforço internacional de luta contra o tráfico de seres humanos, da prostituição forçada, da pedofilia e do trabalho infantil. O evento decorre até ao dia 14 do corrente mês sob o lema "A acção dos Procuradores Africanos na Luta contra o Tráfico de Seres Humanos, Violência Doméstica e Abusos à Criança" com a participação de representantes de dezoito países do continente.
A Associação dos Procuradores Africanos (APA) foi criada em Agosto de 2004, em Maputo (Moçambique), sob o lema "África Unida Contra o Crime". A África do Sul ocupa a presidência da organização, estando o seu secretariado geral a cargo de Moçambique. Angola é membro do comité executivo, órgão que materializa as decisões da organização.


http://www.angolapress-angop.ao/noticia.asp?ID=545040


sexta-feira, 13 de julho de 2007

Técnicos de Serviço Social na luta contra o preconceito

Com o objetivo central de sensibilizar a categoria dos/as Técnicos/as de Serviço Scoial para o debate em torno da livre orientação e expressão sexual foi lançada, no início de Julho, a Campanha Nacional pela Livre Orientação e Expressão Sexual: "O Amor fala todas as Línguas - Assistente Social na luta contra o preconceito". Marylucia Mesquita, Técnica de Serviço Social e coordenadora geral do DIVAS - uma das organizações que coordenam a campanha - explica que "o Serviço Social, como as demais profissões, está inscrito numa sociedade desigual, heterossexista, machista e patriarcal e, portanto, é chamado a revisitar sua intervenção teórico-prática permanentemente".

Com esta iniciativa, espera-se que os/as assistentes sociais estejam mais preparados/as para o enfrentamento às discriminações e opressões praticadas contra gays, lésbicas e bissexuais no país, denunciando aos Conselhos Regionais da categoria quaisquer violações aos direitos destas pessoas. Leia na Rets 11.07.07

quarta-feira, 27 de junho de 2007

Ander-Egg


Entrevista Com Ezequiel Ander-Egg, Alfredo Henriquez e
Adelaide Malaínho, na Radio PAX Julia (Beja, 22/06/07 às 18h).


Pode ouvir AQUI


Fonte e foto: Serviço Social Português

terça-feira, 19 de junho de 2007

Estudo sobre o Serviço Social no SNS

O IGIF (Instituto de Gestão Informática e Financeira da Saúde) propõe um estudo sobre o Serviço Social no Serviço Nacional de Saúde, visando a "criação de um modelo de actuação" e "análise da possibilidade e/ou necessidade de adaptabilidade a diferentes realidades (quer geográficas, quer as que resultem das tipologias de serviços prestados pelas unidades)".

Pretende-se:
- identificar os recursos humanos afectos a cada unidade de saúde
- identificar o enquadramento dos serviços sociais na estrutura das unidades de saúde;
- descrever as funções desempenhadas e os objectivos;
- identificar as tipologias de procura (tipos de população-alvo e problemáticas);
- identificar as metodologias de trabalho intra e inter-institucionais;
- analisar os pontos fortes e debilidades do sistema;
- analisar alternativas de modelo de funcionamento.


O CESSS (Centro de Estudos de Serviço Social e Sociologia da UCP) prepara a candidatura.

Fonte: http://insistente-social.blogspot.com/

segunda-feira, 18 de junho de 2007

Agenda

11 a 15/06 - Curso Intensivo/Seminários "Intervenção Social em Comunidade e Prática em Relação a Mulheres" destinado a estudantes da licenciatura de Serviço Social da Universidade da Madeira e a Assistentes Sociais;


14/06 - Conferência "A Justiça Social como Valor Central nos Programas Sociais" destinado a estudantes da licenciatura em Serviço Social, licenciados deste curso e outras áreas das Ciências Sociais e a Autarcas. Universidade da Madeira.


15/06 – Seminário Internacional “ALDEIAS LAR: UM FUTURO PARA O INTERIOR DE PORTUGAL”. Teatro Municipal Pax Júlia. Org: Núcleo Distrital de Beja da Rede Europeia Anti-Pobreza. Info: n.beja@reapn.org, http://www.reapn.org/


15/06 – Encontros Temáticos sobre Violência em Meio Familiar. Centro Cultural de Esgueira. Info: caritasaveiro@dreamlab.pt novassendas@hotmail.com


20/06 - Acção de Sensibilização “A Qualidade nas Organizações Sem Fins Lucrativos de Acção Social”, no dia 20 de Junho, no Hotel Praia Golfe em Espinho. Org.: Núcleo Distrital do Porto da REAPN. Info: porto@reapn.org, www.reapn.org Inscrição gratuita, mas obrigatória


22/06 – Seminário “Os Cuidados Continuados Integrados e a Gerontologia Social - Práticas e Disposições. ISDOM . Auditório do ISDOM Marinha Grande. Info: Instituto Superior D. Dinis, informacoes@isdom.pt


28/06 - Conferência e um Workshop subordinada ao tema: Acompanhamento e Avaliação de Percursos de Inserção, proferida por Catherine Herry, especialista nesta área. Faculdade de Ciências Humanas, na Universidade Católica Portuguesa (UCP). A conferência e o Workshop serão gratuitos. A conferência será em francês e haverá "tradução em simultâneo. Info: ivfreitas@netcabo.pt

Fonte:http://insistente-social.blogspot.com/

domingo, 17 de junho de 2007

Percurso Pedestre

No Sábado, dia 23 de Junho, decorrerá o próximo PERCURSO PEDESTRE. O Vale do Lapedo é um local de reconhecido interesse patrimonial a nível nacional.

Destaca-se o vale em "canhão" que marca uma paisagem geomorfológica de grande valor para o património natural, protegendo no seu interior uma rica vegetação que varia entre os matos mediterrânicos e o corredor ripícula junto à ribeira. O património cultural do Vale enriqueceu substancialmente quando em 1998 foi descoberta uma sepultura infantil (criança de 4 anos) com cerca de 24.500 anos.

O "Menino do Lapedo" colocou Leiria no mapa da história da evolução humana, sendo tema de investigação e de publicações científicas em vários países.

Por motivos alheios à organização do NEL, não haverá autocarro para os participantes, sendo gerido o transporte de acordo com os participantes inscritos.

Local de Partida: Igreja St.º Agostinho
Hora de saída: 8h30
Hora de Chegada (prevista): 13h00
Dificuldade: Baixa (Distância: 8,5Km Desnível altimétrico: 95 metros)

Recomenda-se o uso de roupa e calçado adequados a esforço físico, assim como o uso de protectores solares eficazes: Chapéu/boné, óculos de Sol ou protecção equivalente e protector solar para a pele. Sugere-se ainda que os participantes levem consigo água potável e comida para refeição ligeira.

Para mais informações contacte: nel.leiria@gmail.com 964 122 144 (Pedro Ferreira)

sexta-feira, 15 de junho de 2007

“O Voluntariado De Hoje”

Comemoração do 1º Aniversário do Voluntariado da Junta de Freguesia de Leiria

20 de Junho de 2007
15h30m

Auditório do Hospital
D. Manuel de Aguiar
(em frente à Junta de Freguesia de Leiria

Destinatários: Todas as pessoas qe queiram saber mais sobre o voluntariado ou que de alguma forma se interessem pelo tema.

quinta-feira, 24 de maio de 2007

Seminário "Estratégias na Procura de Emprego"

Este Seminário pretende ser um espaço de reflexão e discussão sobre técnicas e métodos de procura activa de emprego que ajudem os alunos e diplomados da ESE a desenvolver acções e comportamentos que potenciem a sua inserção no mercado de trabalho.Neste sentido, serão abordadas estratégias de marketing pessoal no âmbito da elaboração do Curriculum Vitae, de Cartas de Apresentação e de Candidatura Espontânea e da participação em entrevistas de recrutamento e selecção.

O seminário realiza-se dia 29 de Maio no Auditório 2 da Escola Superior de Educação de Leiria pelas 15h00

Inscrições: rhct@esel.ipleiria.pt

ENTRADA LIVRE

Seminário "A arte de negociar em diferentes contextos culturais"

O Seminário será dinamizado pelo Prof. Doutor Manuel Portugal, docente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPL que abordará questões relacionadas com a gestão internacional e pelo Sr. Joaquim Martins, Administrador da Famolde S.A., e ex Presidente da Cefamol - Associação Nacional da Indústria de Moldes, que partilhará a sua vasta experiência na realização de negócios com empresas de diferentes países e culturas.

Realizar-se-à no Auditório 1 da Escola Superior de Educação de Leiria, no dia 28 de Maio pelas 9h30m

Inscrições: rhct@esel.ipleiria.pt

ENTRADA LIVRE

Assistente social: 50 anos de regulamentação profissional no Brasil

O simbolismo desse dia 15 de maio, Dia do Assistente Social, evoca meio século de regulamentação da profissão e evidencia o que é mais intrínseco à natureza dessa profissão, e que se vem confirmando no intercurso desses anos: a luta contra o desemprego, contra as desigualdades e contra a violência. Um compromisso tríplice tomado como distintivo da acção desse profissional. Críticos e comprometidos com a justiça social, com a realização de direitos e com a ampliação da cidadania, o desempenho do assistente social justifica-se integralmente numa sociedade onde a questão social reflete-se na vida de milhões de famílias e indivíduos. Após 70 anos de existência e 50 anos de regulamentação no Brasil, o Serviço Social identifica-se como a profissão cujos profissionais combatem, por ofício e por decisão ético-política, todas as formas de violação de direitos, discriminação e subalternidade. Os assistentes sociais executam as suas atribuições com um ensejo claro: uma sociedade justa, formada por homens e mulheres completos, construída como manifestação não só de resistência às formas de violência, de ataque à dignidade humana, mas de consolidação de direitos sociais. Igualdade, trabalho e empenho contra todas as formas de violência e exclusão são disposições que atestam a importância desse profissional na reivindicação e na defesa pública das políticas sociais como resultado de seu pacto com os sujeitos protagonistas. Concebida e edificada historicamente, no palco de contradições sociais, o serviço social hoje é demarcado por essa intencionalidade profissional clara, amadurecida pelas lutas e conquistas no campo dos direitos, tantas vezes reconhecidos, mas nem sempre constituídos.Por isso tudo, o resgate da história de 50 anos de profissão regulamentada, deve ser retomada a partir da sua importância no presente, na vida de seus usuários, no empenho pela composição de direitos, no combate cotidiano a toda forma de injustiça. Somente com esse parâmetro, é possível estabelecer o futuro que ensejamos para a profissão e para nós, profissionais.

*Assistente Social e Secretária Executiva do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Agenda

25/05 - Encontro “A Ética Profissional na Intervenção Social”, com a Professora Doutora Lúcia Barroco, na Sala 1.18 do Campus da Penha, na Universidade do Algarve (Faro). Limite: 25 pessoas, 10€. Info: APSS-Algarve apssalgarve@gmail.com


25/05 - Seminário “Gestão da Qualidade nas Respostas Sociais” dirigido a Técnicos Superiores da Área das Ciências Sociais e todos os Agentes Sociais que trabalham com IPSS’s e Santas Casas da Misericórdia do concelho de Anadia, no Museu do Vinho Bairrada. Info: amoreira.casa.povo@sapo.pt.


25/05 - II Conferência Europeia “Crianças Desaparecidas e Sexualmente Exploradas” no Novo Auditório da Assembleia da República na Praça de S. Bento em Lisboa. Entrada livre, com inscrição prévia. Info: IAC 213 617 880.


29/05 e 5/06 – Workshops sobre os manuais da qualidade na área da infância e da terceira idade, dirigido a dirigentes e técnicos de instituições. A decorrer no Museu do Vinho Bairrada. Info: amoreira.casa.povo@sapo.pt.


30/05 - Workshop "Envelhecer com (Qual) Idade", no Auditório do Museu da Pedra do Município de Cantanhede. Info: Núcleo Distrital de Coimbra da REAPN, coimbra@reapn.org


30/05 – Seminário “A família, o Estado e o Projecto de Vida das Crianças”. Município de Mesão Frio. Info: Gabinete de Acção Social, Fax: 254890109 Tlm. 932911030, Tlf. 254893031


31/05 - Encontro “Riscos e Tracejados da Delinquência Juvenil” no Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal. Entrada livre com inscrição obrigatória. Info [Acção Social].


31/05 – Conferência “A Criança no Séc. XXI”, organizada em Artes de Crescer, Artes de Ser, Artes de Fazer e Artes de Partilhar. Info: Centro de Promoção Juvenil 21 392 91 70.

Fonte:http://insistente-social.blogspot.com/

quarta-feira, 23 de maio de 2007

Acção de Formação

Venho por este meio divulgar uma acção de informação que julgo ser muito interessante para todos (sobretudo porque, se tudo correr bem, um dia seremos nós a terceira idade... :P) "Sexualidade na terceira idade", dia 26 de Maio, na Academia Cultural e Social de Maceira
inicia às 14h e encerra às 17:30h.

Gratuito
Limite de inscrições: 40 participantes

Para mais informações:
Projecto Rumos
244772546 ou 938742110

Tânia Lopes

domingo, 6 de maio de 2007

II Mostra de Projectos Sociais do Distrito de Leiria

2ª Mostra de Projectos Sociais do Distrito de Leiria
"Em busca de caminhos integrados para o desenvolvimento social – experiências do Distrito de Leiria"
09 Maio 2007 Campus 5 - Instituto Politécnico de Leiria
__________________________________________________________

A REAPN - Rede Europeia Anti Pobreza/Portugal - Núcleo Distrital de Leiria, o CIID - Centro de Investigação Identidade(s) e Diversidade(s) e o Curso de Serviço Social da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Leiria, estão a organizar a 2ª Mostra de Projectos Sociais do Distrito de Leiria, que decorrerá no dia 9 de Maio 2007, a partir das 9h00, no campus 5 do nstituto Politécnico de Leiria (antiga Escola Superior de Enfermagem).
Com a realização desta mostra de projectos intitulada "Em busca de caminhos integrados para o desenvolvimento social – experiências do Distrito de Leiria”" pretende-se divulgar vários projectos do distrito de Leiria com intervenção em problemáticas sociais distintas, consciencializar e incentivar para o trabalho em parceria/rede e envolver os destinatários dos projectos numa perspectiva de empowerment.
Serão apresentados dez projectos, nacionais e comunitários, em simultâneo, em dez salas diferentes, nas quais os participtes estarão organizados em grupos de 15, integrando a apresentação dos projectos de forma rotativa.


Os 10 projectos envolvidos:
Projecto A: Boa Onda
Projecto B: Casa dos Afectos
Projecto C: De Espiral em Espiral
Projecto D: Escola com Escolhas
Projecto E: Projecto de Apoio à Inclusão de Crianças com NEE
Projecto F: Novos Rumos II
Projecto G: Porta Aberta
Projecto H: Porto de miMos
Projecto I: Redes
Projecto J: Viver Melhor

Para mais informações contactar:
Tel. 244 837 228
E-mail: leiria@reapn.org
http://www.vozesdocentro.blogspot.com/

domingo, 29 de abril de 2007

Seminário "Trabalho Social nas Escolas"


Seminário Internacional de Educação


No próximo dia 10 de Maio de 2007, no Auditório Municipal Casa da Música, em Óbidos, realiza-se o Seminário Internacional de Educação. Uma iniciativa promovida pelo Gabinete de Educação do Município de Óbidos.

I Jornadas de Educação Social


I JORNADAS DE EDUCAÇÃO SOCIAL


Instituto Politécnico de Leiria
Escola Superior de Educação
Auditório 2, Campus 1
www.esel.ipleiria.pt
24 e 25 Maio de 2007


INSCRIÇÕES


Contactos:
· jornadases@esel.ipleiria.pt
· I Jornadas de Educação Social do Instituto Politécnico de Leiria, Escola Superior de Educação, Campus 1, R. Dr. João Soares, Apartado 4045, 2411 – 901 Leiria,
Telef.: 244829408; Fax: 244829499.


Valor da Inscrição:
Estudantes – 10€
Outros Participantes sem comunicação – 40€

Pagamento da Inscrição:
· Transferência Bancária: Instituto Politécnico de Leiria NIB: 003503930010402003019
Envio do comprovativo por correio electrónico, fax, ou correio, com identificação do participante (a aceitação da inscrição será condicionada à recepção do comprovativo).
· Cheque passado à ordem do Instituto Politécnico de Leiria e enviado para a morada acima indicada.
· No local das Jornadas, no acto de levantamento das pastas, por cheque ou numerário.


Formulário de inscrição:
Data limite de inscrição com comunicação – 7 de Maio
Data limite de inscrição dos participantes sem comunicação – 18 de Maio
Enviar para jornadases@esel.ipleiria.pt ou para: I Jornadas de Educação Social do Instituto Politécnico de Leiria, Escola
Superior de Educação, Campus 1, R. Dr. João Soares, Apartado 4045, 2411 – 901
Leiria, Fax: 244829499.

Nome:___________________________________________________________
Morada:_________________________________________________________
Cód. Postal / Localidade:_________________________________________
Telf. de contacto nº:___________________
E-mail:______________________________
Data de nascimento:_________________
Habilitações literárias:_____________________
Profissão:______________
Instituição:_______________________________________________
Estudante: Sim ____ Curso/Instituição ________________________ Não____
Com comunicação: Sim_____ Não_____

sexta-feira, 27 de abril de 2007

Caracterização Profissional Assistente Social

No final do século XIX, o serviço social institucionalizou-se, enquanto área académica e profissional das ciências sociais, nas sociedades ocidentais assentes numa economia de mercado e caracterizadas por um contexto socio-político e cultural de progressivo reconhecimento dos direitos sociais dos indivíduos, do seu direito ao bem-estar e ao desenvolvimento.
Hoje em dia, os assistentes sociais procuram promover uma melhor adaptação dos indivíduos, famílias e outros grupos ao meio social em que vivem, auxiliando-os na solução dos seus problemas (familiares, económicos, etc.).
O serviço social visa a mudança da sociedade, particularmente no que diz respeito às pessoas que sofrem as consequências de quaisquer formas de exclusão e injustiça social, devido a pobreza, desemprego, doença, cumprimento de pena ou violação dos Direitos Humanos.

A intervenção destes profissionais tem como objectivo fundamental promover o desenvolvimento de capacidades e competências sociais – sejam elas colectivas ou individuais – a três níveis: cognitivo (do conhecimento), fornecendo informação aos indivíduos, incentivando a sua compreensão para o funcionamento da sociedade e orientando-os sobre a melhor forma de utilizarem os seus recursos; relacional, facilitando o desenvolvimento das relações interpessoais e grupais, capacitando os indivíduos para assumirem novos papéis e estimulando novas formas de comunicação e expressão; organizativo, promovendo a interacção entre cidadãos, organizações e outras estruturas sociais, accionando ou criando novos recursos sociais e desenvolvendo a participação e a capacidade organizativa dos indivíduos e grupos.

De uma maneira geral, desempenham as seguintes funções:
- detectam quais as necessidades gerais de um indivíduo, família ou grupo (processo designado por diagnóstico da situação);
- reúnem informações susceptíveis de dar resposta às necessidades dos indivíduos e grupos e aconselham-nos sobre os seus direitos e obrigações;
- fazem atendimento aos indivíduos no âmbito de um determinado organismo ou instituição, encaminhando-os para as diversas entidades públicas e privadas que podem auxiliá-los na resolução dos seus problemas (autarquias, escolas, serviços da Segurança Social, associações de solidariedade social, etc.);
- incentivam os indivíduos, famílias e outros grupos a resolverem os seus problemas, tanto quanto possível através dos próprios meios, promovendo uma atitude de autonomia e participação – encorajando-os, por exemplo, a dirigirem-se a entidades empregadoras, instituições de solidariedade social, serviços sociais, entre outros, para procurarem resolver os seus problemas;
- colaboram na definição e avaliação das políticas sociais, com base nos conhecimentos obtidos através de estudos que efectuam junto de determinada população, para melhor adequação entre as medidas de política social e os direitos reconhecidos aos cidadãos.

Normalmente, a intervenção dos assistentes sociais e dos técnicos de política social está enquadrada no âmbito de uma dada instituição ou de um determinado projecto. No âmbito de projectos de combate à pobreza, por exemplo, podem intervir na integração sócio-profissional dos jovens de um determinado bairro degradado. Por outro lado, a sua intervenção pode abranger vários tipos de populações-alvo: idosos que vivem em situação de isolamento e/ou com graves carências económicas, crianças abandonadas ou em risco de abandono, jovens em risco de marginalidade, toxicodependentes, reclusos e ex-reclusos, sem-abrigo, grupos étnicos com problemas de integração ou pessoas com deficiência, entre outras.

A maioria destes profissionais trabalha no âmbito de equipas multidisciplinares, que podem variar consoante o campo de intervenção. Assim, é comum colaborarem com médicos, enfermeiros, professores, educadores de infância, psicólogos, sociólogos ou juristas.Dadas as suas características, esta profissão exige uma boa capacidade de análise das situações. Ter espírito de iniciativa, capacidade para dialogar com todo o tipo de pessoas e gosto pelo trabalho em equipa são qualidades igualmente importantes. Fundamental é gostar de trabalhar com pessoas, ter um interesse real pelos seus problemas e respeito pela autonomia e liberdade de cada um. Devido ao contacto próximo com a vida e os problemas das pessoas com quem trabalham, estes profissionais podem estar sujeitos ao desgaste emocional, o que exige deles a capacidade de distanciamento e de resistência à frustração, pois nem sempre é possível resolver os problemas da forma pretendida.

Estes profissionais desenvolvem a sua actividade numa grande diversidade de instituições, tanto no sector público, como no sector privado. No sector público, são várias as instituições que podem empregar estes profissionais e estão enquadradas em sectores tão diferentes como a saúde, a educação, a justiça e a segurança social, entre outros. Na administração pública central, podem trabalhar em diversos ministérios, com destaque para as áreas do emprego, da segurança social, da saúde, da justiça e da educação. Estes serviços públicos abrangem entre outros, centros regionais de segurança social, equipamentos sociais de apoio à infância, juventude, deficientes e idosos, centros de formação profissional, centros de saúde e hospitais, centros de profilaxia da droga e de apoio a toxicodependentes, estabelecimentos prisionais, serviços de reinserção social e tribunais, serviços de apoio social nas escolas. Também as autarquias locais (Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia), nomeadamente nos sectores de serviços municipais de habitação, acção social, educação, acção cultural, saúde e recursos humanos, constituem boas possibilidades de emprego.

No sector privado, para além de poderem trabalhar em organizações sociais não lucrativas, associações, cooperativas e sindicatos, como instituições particulares de solidariedade social (IPSS) em diferentes áreas, misericórdias, associações de doentes, cooperativas de habitação, associações de moradores, associações de educação de adultos e de animação cultural, associações de jovens, associações de desenvolvimento rural e diferentes associações de defesa dos direitos humanos, podem ainda trabalhar em empresas de diferentes ramos de actividade, nos seus sectores de serviços sociais, recursos humanos e saúde ocupacional.

Em Portugal, as organizações sociais não lucrativas constituem um importante campo de trabalho para os assistentes sociais e técnicos de política social, uma vez que constituem hoje em dia um dos principais prestadores de serviços sociais, designadamente no domínio de respostas sociais para os idosos e para a infância. O sector privado empresarial, domínio onde, antes de Abril de 1974, se concentrava o maior número de serviços empregadores destes profissionais, tem perdido importância relativamente ao sector público e às organizações do terceiro sector.

Estes profissionais desenvolvem o seu trabalho em gabinetes situados na sede dos serviços onde desempenham funções, ou em contextos locais e comunitários, onde desenvolvem trabalho de intervenção com populações (bairros sociais, pessoas sem-abrigo, etc.). No seu trabalho, estes profissionais deparam, por vezes, com situações complexas e imprevistas, requerendo por isso treino específico e maturação profissional, sobretudo na intervenção junto de grupos e contextos sociais de risco.

Apesar de a situação actual do mercado de trabalho não ser muito favorável à inserção profissional dos assistentes sociais – devido, designadamente, às restrições que no contexto actual se registam na admissão destes técnicos na Administração Pública – é provável que a médio/longo prazo esta situação venha a alterar-se. É possível que se observe um aumento da procura destes profissionais, com destaque para as IPSS, que poderão vir a ser as entidades que mais contratarão estes profissionais.

Dada a tendência para o aumento de problemas sociais – como as crescentes situações de marginalidade, pobreza e exclusão social – e a consequente necessidade de melhorar o desempenho dos serviços e políticas sociais, é de prever o aumento das oportunidades de trabalho destes profissionais. De facto, a elaboração das políticas sociais reflecte hoje uma maior aposta na melhoria das condições mínimas de vida das pessoas, bem como o reforço de medidas no campo da prevenção, nomeadamente em áreas como a educação, a saúde e a habitação, o que poderá resultar num acréscimo de trabalho para estes profissionais.

Agenda

4/5 - Seminário de Gerontologia Social sobre "Gestão da Qualidade das Respostas Sociais para Pessoas Idosas", na ULHT.

5/5 – Encontro Nacional de Saúde “Mais Saúde, Mais SNS”, em Lisboa no Hotel Continental Holiday Inn, pelas 10h. Organização do Bloco de Esquerda. “O Encontro pretende analisar novos e velhos problemas do SNS, determinar o sentido das mudanças em curso e identificar soluções e propostas para a defesa e modernização do SNS.”

9, 16, 23 e 30/5 - Curso de Protecção de Menores - "Riscos e Sistemas" promovido pela AIDSS. Info: aidss@clix.pt

11 a 26/5 - Curso de Especialização em "Epistemologia do Serviço Social" na ULHT.

Fonte: http://insistente-social.blogspot.com/

O Processo de Bolonha e a Formação em Serviço Social



"Na primeira comemoração do Dia Mundial do Assistente Social gostaria de dizer que neste tipo de realizações todas as organizações da categoria profissional devem dar provas da sua vitalidade, congregando esforços no sentido de comemorarem este dia que deve ser de unidade na diversidade, identificando os principais processos sociais e políticos com que se confrontam e em que estão envolvidos, os processos de luta em curso, promovendo-se um debate alargado com os Assistentes Sociais, os docentes, investigadores e estudantes de Serviço Social." Alcina Martins


O "Serviço Social Português" publica o texto de Alcina Martins apresentado no Dia Mundial do Assistente Social em Matosinhos.

A ler com atenção, pois os assistentes sociais não podem pensar que a formação em Serviço Social é apenas e simplesmente um assunto académico! A formação tem implicações enormes nas competências, estatuto e reconhecimento da profissão, entre outras questões sensíveis, tais como as saídas profissionais e o mercado de emprego.